COLOQUE AQUI SEU EMAIL E RECEBA AS NOVIDADES DO SITE

sábado, 15 de setembro de 2012

inicio de dieta sem gluten sem confirmação de DC


Iniciar dieta sem  doença celíaca confirmada.

Journal of Pediatrics 2012; Vol. 161 (3): 471 5
OBJETIVOS: determinar os preditores da retirada do  glúten e da decisão de um médico para iniciar uma dieta livre de glúten (GFD) em crianças e adolescentes sem a doença celíaca confirmada. FORMA DE ESTUDO: Foi realizada uma revisão de registro  médico de  579  pacientes com idade entre 1-19 anos  para avaliação da doença celíaca entre janeiro de 2000 e dezembro de 2010 em um grande hospital de ensino de Boston( EUA ). Foram coletados os dados, incluindo informações demográficas, histórico médico, sorologia, pequena biópsia intestinal, história de evitar o glúten, e da recomendação de implementação de uma GFD. As questões relacionadas foram identificados por meio de regressão logística multivariada. RESULTADOS: Entre as 579 crianças sem diagnóstico prévio de doença celíaca (idade média de 8,7 anos), 43 (7,4%) já haviam evitado glúten. Preditores independentes de evitar glúten foram irritabilidade ou temperamento ruim (OR, 3,2), diarréia (OR, 2,5), problemas de peso (OR 0,4), transtorno do desenvolvimento (OR, 5,3), e história familiar de doença celíaca (OR, 2,2 ). Entre 143 crianças sem doença celíaca que confirmaram  que foram submetidos à avaliação de diagnóstico, vários fatores preditivos foram associados como recomendação médica  /  GFD iniciada pelos pais : irritabilidade (OR, 6,4), diarréia (OR, 3,4), transtorno invasivo do desenvolvimento (OR, 7,9) , e sorologia positiva antes do encaminhamento (OR, 4,3). CONCLUSÃO: evitar glúten entre crianças e adolescentes sem diagnóstico prévio de doença celíaca é relativamente comum. Os preditores identificados sugerem que evitar o glúten está associada com queixas inespecíficas comportamentais e gastrointestinal e, talvez, com as respostas percebidas alimentares em outro membro da família pensava ter a doença celíaca.                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário